Matemática

A fonte de inspiração para uma diferente forma de trabalhar a Matemática é acreditarmos que todos os alunos são capazes e têm direito de aprender habilidades matemáticas, com significado!  Nos diferentes momentos do trabalho, individual ou em grupo, na avaliação diagnóstica, formativa ou sumativa, no trabalho de projeto, procuro assegurar-lhes confiança no sucesso matemático e muita vontade de cada um ser o melhor, desenvolvendo a autoestima, promovendo atitudes de compromisso no sucesso individual e do grupo e fomentando a capacidade de criticar as situações matemáticas. Todos os alunos passam pelos mesmos percursos e abordagens, no entanto, as tarefas têm de ser diversificadas, abordando as múltiplas inteligências, na medida em que uns são mais sensíveis aos desenhos/esquemas, outros percebem melhor com a manipulação de jogos, outros ainda adoram a resolução infindável de exercícios. Numa tentativa de manter uma aprendizagem desafiante e cada vez mais global, algumas das atividades são realizadas no exterior – “outdoor learning” – onde os alunos utilizam todos os sentidos ao mesmo tempo, como uma forma de comunicação plena da matemática.

Português

Na área de português, os planos curriculares são devidamente cumpridos, mas regidos de forma autónoma e individual. Mediante cada perfil do aluno, é delineado um projeto específico que respeita as metas curriculares previstas pelo Ministério da Educação, mas acima de tudo visa a harmonia e o sucesso do aluno no contexto escolar. Pretende-se que os alunos atinjam patamares coincidentes com as suas capacidades. O processo desenrola-se de forma natural e é dado ênfase à evolução académica e social do aluno. Além disto, são desenvolvidas iniciativas paralelas que procuram fomentar o gosto pela língua de Camões através de: visitas de estudo; projeto “Vaivém”; projeto “Tara Perdida”… Com facilidade, percebemos que esta instituição procura que o saber seja adquirido de forma plena mas tranquila, cimentando uma das máximas do grande pedagogo Ruben Alves: “Mas na profissão, além de amar tem de saber. E o saber leva tempo pra crescer. “

Inglês

O Colégio Vizela tem uma forte vertente Internacional e a Língua Inglesa é trabalhada nos nossos alunos segundo altos padrões de exigência e rigor. 

Em 2011 somos reconhecidos pelo Selo Europeu para as Línguas, que reconhece e elege, a nível europeu, metodologias inovadoras para línguas estrangeiras.

Lecionamos o Inglês desde o prá-escolar, não só na sala de aula mas principalmente em contactos internacionais através de projetos com diversas escolas do mundo e através de viagens Europeias, pois acreditamos que é da prática que os alunos aprendem a língua de uma forma mais persistente e natural.

No ano letivo 2016/17 esta aposta na língua Inglesa será reforçada com a abordagem CLIL- Content and Language Integrated Learning.

Espanhol

O Colégio Vizela é, mais uma vez, pioneiro e apresenta-se, desde há vários anos, como a única escola no concelho de Vizela que possibilita aos alunos do ensino Básico a aprendizagem, do espanhol, a língua de Cervantes, de Frederico Garcia, Lorca, de Borges, García Marquez, Mario Vagas Llosa, e entre muitos outros.

Título do Site

Educação Física

 

e

Desporto

A atividade física e desportiva assume particular importância na dimensão da saúde, sendo fundamental para o desenvolvimento de práticas e estilos de vida mais saudáveis, cada vez mais importante face ao atual problema de excesso de peso e da obesidade nas faixas etárias mais baixas.

O desporto faz parte da história do Colégio Vizela pela presença habitual em provas e encontros regionais e nacionais de diversas modalidades.

Projetos como “Compal Air 3x3”, “Corta-Mato”, “MegaSprinter”, “Nestum Rugby”, “Gira-Vólei”, entre outros, têm contando com a participação dos nossos alunos e das nossas equipas nos diversos escalões, sendo o voleibol a modalidade com maior tradição no Colégio Vizela.

​Música

A música é uma área de forte tradição e qualidade no Colégio Vizela, tendo já sido produzidos os seguintes álbuns:

    - Penedo da Moura

    - CV

    - Os monstros

Filosofia

Utilizamos a metodologia proposta por Matthew Lipman e temos como objetivo desenvolver nos alunos, desde as idades mais novas, competências para um pensamento complexo e elaborado, ou de ordem superior, através do ensino da lógica, “...pois fazer filosofia não é uma questão de idades, mas de habilidades em refletir escrupulosamente e corajosamente sobre o que se considera importantes.” (Matthew Lipman).

Culinária

Os alunos do pré-escolar e do 1º ciclo descobrem novos sabores, cheiros e sensações nas aulas de culinária. Em paralelo desenvolvem, de forma multidisciplinar conteúdos escolares da matemática, do português, da história e da geografia, ainda praticam a coordenação motora, a concentração, a organização e a autonomia.

Plantamos, cuidamos e vemos crescer. E com a magia da culinária, sem nos aparecermos, perdemos o medo de experimentar.

Ciencia

 

Experimental

Desde os primeiros anos de escolaridade que a realização de atividades experimentais pode, não só conduzir a aprendizagens significativas, como também construir uma fonte de motivação para aprender Ciência. Neste sentido, os alunos dos diversos níveis de ensino realizam experiências, conhecem e manuseiam o material de laboratório, percebem fenómenos do dia-a-dia e/ou os conceitos teóricos, discutem as observações e os resultados obtidos.

Empreendedorismo

Estando o Colégio Vizela localizado numa zona de forte desenvolvimento económico formamos alunos empreendedores e preparados para o futuro através de programas de criação de empresas com intercâmbio internacional e desenvolvendo nos alunos um espírito ativo e dinâmico.

As Assembleias de alunos são assembleias coletivas, integrando os alunos dos respetivos ciclos de ensino do Colégio Vizela. Estas assembleias têm poder de discussão e decisão no âmbito dos direitos e deveres dos alunos, problemas interpessoais e sociais do Colégio, bem como problemas sociais e ambientais da comunidade envolvente.

Assembleia

 

de

 

alunos